Surf Salva Camp arranca no âmbito do Dia Internacional do Surf

Pedro Lima e Ze Ferreira com equipa Surf Salva

Foto: Divulgação


Press release - Uma praia, 5 instituições sociais, 48 jovens, 12 semanas, 24 sessões e 4 técnicos de referência em campo. São estes os números do "Surf Salva Camp", uma iniciativa que sob o mote "Se eu sou capaz de aprender a surfar, também serei capaz de fazer outras coisas", irá proporcionar a jovens integrados em instituições sociais uma experiência positiva com base na diversão, entre os dias 21 de junho e 9 de setembro, na Praia de Carcavelos.

 

Resultando de uma parceria do ISN e do Lidl Portugal, e integrado no projecto Surf Salva, que tem como objetivo prevenir situações de risco associadas à época balnear, o "Surf Salva Camp" arranca amanhã e irá beneficiar jovens dos 10 aos 16 integrados em instituições sociais, contribuindo para a sua integração social e capacitação.

 

Os objetivos principais deste projeto são capacitar os jovens de ferramentas para melhor estruturarem o seu futuro através do surf e/ou outros hábitos de desporto, contribuindo para a sua integração social e, simultaneamente, habilitá-los para as práticas de salvamento e valores de cidadania social. Além de ajudar os jovens a melhorarem a sua confiança e autoestima, desenvolvendo capacidades como a responsabilidade, o trabalho em equipa, a cooperação e o espírito de pertença, o "Surf Salva Camp" vem também reduzir o risco de isolamento social com o estabelecimento de novas relações com pares e adultos de referência.

 

Segundo o Comandante Nuno Galhardo Leitão, do Instituto de Socorros a Náufragos, "Este projeto pioneiro pretende abranger uma nova área e um novo tipo de salvamento: a integração social de jovens institucionalizados através de um conjunto de atividades em praia. Esperamos sinceramente poder sensibilizar estes jovens para o salvamento de vidas, a compaixão com o próximo e também ajudá-los na construção de um futuro mais promissor".

 

O plano das 12 semanas de sessões, com duas sessões semanais, passa por aulas de iniciação de surf, técnicas de salvamento de náufragos, dinâmicas de grupo, e outras atividades que, de forma pedagógica, ajudam a contribuir para a inclusão social e a promover valores de partilha, a auto-estima, a motivação pessoal e a felicidade.

 

O ator e ex-nadador Pedro Lima, padrinho da iniciativa revela que este "É um projeto que tem tudo para ser um sucesso. Juntar jovens através do desporto, em especial do surf, para promover e fomentar a integração social é extremamente desafiante e eficaz. Espero poder ajudar estes 48 jovens a melhor estruturarem um futuro feliz e bem-sucedido."

 

O "Surf Salva Camp" destina-se exclusivamente a jovens referenciados pelo Pensamento Vivo, que foram selecionados para participar neste projeto piloto, estando integrados na Santa Casa da Misericórdia de Lisboa e de Cascais, na Casa Pia de Lisboa, na Associação Novo Futuro e no Centro de Desenvolvimento Comunitário da Ameixoeira. Os participantes são acompanhados por técnicos especialistas, que avaliam o contributo do projeto para a melhor integração social, iniciando-se assim a saída do ciclo de exclusão.

 

Este projeto conta também com o apoio do surfista Português José Ferreira, que participa no WCT – World Championship Tour. O surfista de renome mundial partilhará a sua experiência e percurso com as crianças, com o objetivo de servir de referência positiva para estes jovens e inspirá-los a tomarem as melhores opções de vida.

 

Vanessa Romeu, diretora de comunicação e responsabilidade social do Lidl Portugal afirma orgulhosamente que "O 'Surf Salva Camp' enquadra-se perfeitamente no espirito positivo que define a estratégia de responsabilidade social do Lidl. Com esta iniciativa, estamos a ajudar a formar o próximo através do desporto, contribuindo ainda para que todos tenham igualdade de oportunidades no acesso ao lazer e ao desporto e utilizando o surf como um veículo de transmissão de valores de cidadania."

 


BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS

FOTOGALERIAS