Jogos Olímpicos de Tóquio'2020 poderão colocar em risco três ondas japonesas

japan-olympicwave-900-670x388 copy

A onda de Inamura é uma das melhores do Japão e está entre as ameaçadas. Foto: inamuraclassic.com

 

Quem o garante é Sancho Rodríguez, diretor do famoso Surfilmfestibal, um dos maiores festivais de cinema de surf a nível europeu e mundial, que decorre anualmente em San Sebastian, no País Basco. Os trabalhos realizados em prol das Olimpíadas de 2020 poderão colocar em risco a existência de três ondas no Japão.

 

Tudo isto se torna ainda mais irónico, numa altura em que o surf está a um passo de ser integrado nessa edição dos Jogos. Ou seja, a comunidade do surf mundial está prestes a ver o surf reconhecido como um desporto olímpico, num dos palcos mais mediáticos da atualidade, mas, ao mesmo tempo, o evento poderá estar a colocar em risco o seu meio natural.

 

De acordo com alguns relatos locais, a organização pretende construir a vila olímpica e a marina das provas de vela num local que irá resultar no desaparecimento de três ondas com imenso potencial: Osaki, Kabune e Inamura. "Não faz sentido construir por cima da natureza", defende Sancho, que este ano escolheu a defesa desta causa como mote para o Surfilmfestibal.

 

Em 2011 a cultura de surf japonesa foi escolhida como o tema principal do Surfilmfestibal por Sancho Rodríguez e após as notícias de que estas ondas estariam em perigo devido às obras para os Jogos Olímpicos, a comunidade surfista nipónica resolveu pedir ajuda ao surfista basco. Sancho admite mesmo que as principais organizações do surf mundial e as principais estrelas da modalidade deveriam dar a cara por esta causa.

 

Ainda assim, Sancho Rodríguez, que recentemente esteve em Portugal como um dos oradores do Sagres Surf Culture, garante que nada tem contra os Jogos Olímpicos, mas que esta é uma situação contraditória. "Posso perceber e apoiar o surf nos Jogos Olímpicos, e o que isso implica na carreira dos surfistas, mas tenho imensas dúvidas em relação a estes mega eventos, onde geralmente acontecem fraudes relacionados com o estado ou que são patrocinados por marcas de jogo online", defende.

 

Enquanto ainda não há a confirmação oficial de que o surf vai ser um desporto olímpico em 2020, algo que está cada vez mais perto de acontecer, este tema será abordado fortemente durante a edição de 2016 do irreverente festival de cinema de surf de San Sebastian. "Sei que os surfistas não vão salvar o Mundo, mas nós somos uma pequena gota de água no Mundo, o nosso desporto é relevante e aceitado. Os jovens querem os surfistas como exemplos a seguir e os surfistas com maior importância têm de tomar uma posição", realça Sancho.

 

inamuraclassic.com


BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS

FOTOGALERIAS