Surfistas de Nova Gales do Sul indignados com colocação de eco barreiras anti-tubarão

5da809a5abd613b6d5a8ce5eb777ffd1

Implementação vai iniciar-se esta semana. Foto: The Australian

 

Esta semana marca o arranque da colocação de eco barreiras anti-tubarão na costa norte de Nova Gales do Sul, na Austrália. Um projeto que já havia sido anunciado pelo poder local e que levantou algumas críticas. Mas a contestação ganhou ainda mais força, uma vez que os surfistas locais se mostram indignados com esta medida.

 

De acordo com Don Munro, presidente do Le-Ba Boardriders, que os surfistas que remarem para lá dá barreira irão estar em perigo de sofrer ataques. A barreira está prevista ser colocada numa zona de rebentação, o que faz com que os surfistas que surfem no outside estejam já fora da zona de proteção.

 

Os surfistas tentaram ter reuniões com o NSW Department of Primary Industries, que rejeitou recebê-los para negociar. O jornal "The Australian" refere que uma fonte próxima do processo afirmou que "a mudança dos planos de colocação das barreiras iria ter um enorme custo". Dessa forma, a implementação das eco barreiras vai já avançar.

 

Cada placa destas tem 4 metros de comprimento e pesa 350 quilos. As placas serão assentes no fundo do mar e a primeira fase prevê a colocação destas ao longo de 700 metros em Lighthouse Beach, em Port Macquire. O trabalho está a ser feito por equipas de mergulhadores, que trocam de turno de 3 em 3 horas.

 

Segundo Niall Blair, NSW Primary Industries Minister, esta eco barreira colocada em Lighthouse Beach terá um custo aproximado de 500 mil dólares australianos (337 mil euros), e irá estar plenamente funcional dentro de semanas. Depois de concluído esta primeira implementação, o objetivo passa por continuar a trabalhar de perto com a comunidade local e fazer testes de forma a prevenir ataques.

 

Nova Gales do Sul foi uma das zonas mais fustigadas por ataques de tubarão durante o último ano, registando-se mesmo duas mortes entre todas as vítimas. Os constantes ataques alarmaram a população, sendo que o governo local decidiu tomar medidas. Contudo, há quem não esteja nada convencido com esta opção.


BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS

FOTOGALERIAS