Owen Wright volta à água após o acidente sofrido em Pipeline

3af57da5cbc28144bb44075ae49c9c6f

Owen parece ter começado finalmente a dar passos seguros na recuperação. Foto: WSL

 

Após dias de muita incerteza e com inúmera especulação em torno do estado de saúde, Owen Wright parece finalmente começar a dar passou seguros rumo à recuperação. A estrela australiana do World Tour lesionou-se com gravidade na cabeça, depois de sofrer um aparatoso wipeout em Pipeline, nas vésperas do arranque do Pipe Masters. Três meses depois voltou a entrar na água.

 

Wright registou o momento na sua conta de Twitter e mostrou-se bastante emocionado com este passo dado na recuperação. A verdade é que o tempo de recuperação do gigante australiano sempre foi uma incógnita desde que se lesionou. A lesão parece ser bastante delicada e já o obrigou mesmo a retirar-se das primeiras seis etapas do World Tour 2016.

 

Alguns meios do surf começaram a especular nas últimas semanas que Owen poderia ter mesmo a época toda comprometida. E houve quem fosse mais longe ao avançar com a possibilidade de a carreira ter chegado ao final. Contudo, esta novidade partilhada pelo próprio Owen Wright parece mostrar um cenário bem mais animador e que afasta a possibilidade de termos más notícias em relação ao seu futuro competitivo.

 

"Fiz surf pela primeira vez desde a lesão há alguns dias atrás e foi a coisa mais divertida do Mundo", começou por escreve o australiano. "Engraçado é que... não me conseguia colocar de pé. As ondas estavam pelo joelho e o drop foi... bem, não havia nada, mas senti-me como se estivesse a dropar 10 pés em Teahupoo. No final da onda estava tão feliz que comecei a assobiar e a dei um high five", descreveu.

 

Uma experiência que mexeu com os sentimentos de Owen Wright. "Cinco minutos depois estava na praia a pensar naquilo que realmente tinha feito e comparei com aquilo que habitualmente fazia ou o que todos conseguem fazer. Comecei a questionar porque não o conseguia. Isso começou a arruinar a minha experiência e mudou a forma como me estava a sentir", frisou.

 

"Isso fez-me perceber que a evolução pessoal é necessário, mas que estar focado em comparar o que costumava fazer, o que os outros conseguem fazer ou o quão bom és é negativo para o presente. Emoção negativa dificulta a evolução e a felicidade. É simples... basta praticar cada vez mais", terminou.

 

Apesar da satisfação de vermos Owen novamente na água, dá para perceber que a situação pode ser um pouco complexa. O regresso à competição é ainda uma incógnita, até pelo que dá para perceber Wright encontra-se a "reaprender" a surfar. Esperamos que o faça de forma rápida.


BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS

FOTOGALERIAS