Surf Snowdonia reabriu ao público... 5 meses e 1 milhão de libras depois

11355217 1687357671531910 708230152 n

Ondas já voltaram a rolar no parque galês. Foto: Surf Snowdonia

 

Foi na manhã do passado sábado que a Surf Snowdonia abriu novamente as portas ao público. Foram cinco meses consecutivos em que a piscina de ondas, que se situa no País de Gales e que foi a primeira a comercializar o sistema Wavegarden, esteve encerrada devido aos sucessivos problemas técnicos revelados pela maquinaria da lagoa.

 

Agora, cerca de 150 dias depois, a Surf Snowdonia voltou ao ativo, concluídas que ficaram as obras, que, segundo revela a imprensa local, tiveram custos a rondar o milhão de libras (cerca de 1,3 milhões de euros). Isto a somar aos 13 milhões de libras iniciais que o parque teve. E antes do último fecho, em outubro de 2015, a Surf Snowdonia já tinha estado fechado devido a problemas técnicos durante períodos menores.

 

Contudo, desta vez, a Surf Snowdonia apresenta-se com algumas novidades, sobretudo no que diz respeito a atrações aquáticas para os visitantes, com a pista de obstáculos "Crash and Splash" e uma catapulta chamada "Blob". Já a lagoa apresenta agora diferentes perfis de ondas em várias zonas, permitindo a surfistas iniciantes evoluírem bem de perto com estrelas do surf.

 

Para além de tudo isto, a Surf Snowdonia está agora apta para oferecer safaris de caiaque e SUP pelo rio Conwy. Uma forte de se misturar a experiência de surfar com toda a natureza que rodeia a zona envolvente ao parque galês. E bem que a Surf Snowdonia necessita de apostar em novas ofertas, uma vez que depois da revelação ao Mundo da onda perfeita e tubular de Kelly Slater, é provável que o impacto mediático da tecnologia Wavegarden comece a decair.

 

 


BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS

FOTOGALERIAS