Surf de luto com os desaparecimentos de Jean da Silva e Oscar Moncada

4c165929948c1ecfd8235ab5dffa20ed

Ambos os surfistas foram alvo de sentidas homenagens no Havai, onde se encontra concentrada grande parte da "comitiva" do surf competitivo mundial. Foto: WSL

 

Foi um fim-de-semana negro para a comunidade do surf mundial. Primeiro a notícia da morte do brasileiro Jean da Silva, que deixou todos incrédulos. Durante horas foram várias as mensagens de tristeza publicadas por algumas das maiores figuras do World Tour. Pouco depois rebentou a notícia da morte do mexicano Oscar Moncada.

 

Duas notícias trágicas que deixam o surf de luto. Em situações diferentes, mas com o mesmo grau de incredulidade. Apesar de nas primeiras horas não existirem detalhes sobre a causa da morte, mais tarde surgiram rumores que o campeão brasileiro de 2010 se tinha suicidado. Aos 32 anos. E depois de uma vida em que sempre influenciou e contribuiu de forma positiva para os colegas que se cruzaram com ele.

 

Jean ocupava atualmente o 139.º posto do ranking WQS, um lugar que não fazia jus ao talento do surfista brasileiro. Em 2012 ficou perto da qualificação para o Tour, depois de terminar o WQS no 35.º posto. A partir daí desceu no ranking, mas era um dos surfistas brasileiros mais viajados do circuito, percorrendo os quatro cantos do globo e sendo muitas vezes o único brasileiro presente em provas disputadas em paragens menos usuais.

 

A última prova que fez foi o QS3000 de Maresias, onde perdeu na 4.ª ronda. Mas o melhor momento este ano havia sido na Indonésia, onde foi terceiro classificado no Krui Pro. Apesar de toda a aura positiva que sempre passou, a caminhada de Jean da Silva acabou de forma trágica e cedo demais. O surfista era descrito pelos colegas como um jovem educado, feliz e talentoso. Ninguém ficou indiferente à sua partida.

 

Ironia do destino, um dos vários surfistas mundiais que fez questão de partilhar uma imagem em homenagem a Jean da Silva foi o mexicano Oscar Moncada. Horas depois foi a vez de o destino pregar uma partida a um dos mais reputados big riders de Puerto Escondido. Moncada sofreu um acidente de viação e perdeu a vida, juntamente com mais dois amigos, também eles locais da mais famosa onda mexicana.

 

Moncada era o atual 19.º classificado do Big Wave Tour, depois de ter atingido as meias-finais do Puerto Escondido Challenge no verão passado. A mesma prova que em que já tinha participado em 2016. Ocar Moncada também competia em provas do WQS, sobretudo as realizadas no México, principalmente em Puerto Escondido. No historial tem ainda a participação no Rip Curl Pro The Search 2006, no México, que é considerada uma das etapas mais memoráveis do World Tour. Moncada perdeu para Taj Burrow, que haveria de ser finalista vencido, na 2.ª ronda.

 

Duas trágicas perdas que deixam o surf mundial mais pobre.


BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS

FOTOGALERIAS