Francisco Lufinha em travessia atlântica para bater recorde mundial

Franciso Lufinha

Kitesurfer vai tentar completar viagem sem paragens entre Açores e  o Continente em dupla com a alemã Ake Brandt. Foto: Divulgação

 

Press release - Arrancou ontem, pelas 13h00 (14h00 nos Açores), a Kitesurf Odyssey, projeto do kitesurfer profissional Francisco Lufinha que tem como objetivo estabelecer o recorde mundial de maior travessia de kitesurf em dupla sem paragens.

 

Com largada na ilha açoriana de São Miguel, a travessia tem como destino Portugal continental, num percurso de mais de 1.500 km que poderá demorar entre 5 a 10 dias a completar.

 

Lufinha, que irá intercalar as horas no mar com a também kitesurfer profissional Anke Brandt, da Alemanha, está a realizar a viagem numa prancha Breklim produzida na Xhapeland, com shape e construção de Luís Carvalho, shaper residente da fábrica de Cascais, em colaboração com Lino Curado, responsável de produção e novas tecnologias.

 

A prancha utiliza a Criptoméria dos Açores com laminação a vácuo e fundo de Flowtech®, resultando na combinação perfeita de leveza, resistência, velocidade e fluidez para um desafio desta natureza.

 

Francisco Lufinha já é o recordista mundial da maior viagem em kitesurf sem paragens, depois de em 2015 ter ligado Lisboa à ilha da Madeira (874 km em 48 horas). A travessia Açores-Continente será feita em turnos de oito horas intercalados com Brandt, também ela recordista mundial (Bahrain-Abu Dhabi, 489 km em 30 horas).

 

Durante todo o percurso, a acompanhar os atletas, vai estar um barco de apoio com um médico, um fisioterapeuta, quatro skippers, um fotógrafo e um repórter de imagem a bordo.

 

A travessia Açores-Continente é a derradeira etapa do projeto de Francisco Lufinha "Portugal é Mar", que pretende ligar o território português por mar em kitesurf.

 

Acompanha a localização da dupla em tempo real aqui.


BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS

FOTOGALERIAS