Universidade Lusófona recebe Conferência sobre entrada do Surf nos Jogos Olímpicos

Surf

Dia 12 todos os caminhos vão dar à Lusófona. Foto: Divulgação

 

O ano de 2020 vai ser marcante para o surf mundial, uma vez que já é certo que o nosso desporto fará a estreia oficial em Olimpíadas. A oficialização da entrada do surf para os Jogos de Tóquio'2020 aconteceu no último ano e, agora, iniciam-se os preparativos para a chegada da modalidade a um patamar único, mas que nem por isso é unânime entre a comunidade surfista.

 

Já na próxima quinta-feira, dia 12 de janeiro, a Universidade Lusófona vai realizar uma Conferência sobre o surf nos Jogos Olímpicos, naquilo que será uma ajuda para perceber e debater a importância que esta situação poderá ter num desporto em franca expansão e também na carreira de jovens atletas.

 

A Conferência vai decorrer no auditório Agostinho Silva, na própria Universidade Lusófona, e será moderado por Sandro Maximiliano. Uma iniciativa que conta com um vasto programa, que visa abordar inúmeros tópicos relacionados com o surf e os jogos Olímpicos ao longo de várias horas. É também certa a presença de alguns surfistas e atletas olímpicos.

 

Tudo começará pelas 16 horas, com o tema "Jogos Olímpicos: Criar uma cultura de vitória, visão e possibilidades" a ter honras de abertura. Este será um tema apresentado pelo professor José Curado, Diretor do Instituto Lusófono – Treino Desportivo. Às 17 horas será a vez de Gonçalo Lopes, representante da Hurley Portugal, dar a sua visão sobre "As marcas de surf nos Jogos Olímpicos, o mercado e a expansão, os targets e o alcance, o produto olímpico".

 

Pelas 17H30 tem a palavra o jornalista Miguel Pedreira, com o tema "O surf português nos Jogos Olímpicos? Que imagem? Visibilidade e impacto mediático". Jorge Gato Ribeiro e Miguel Moreira, ambos treinadores e mentores, terão a palavra às 18 horas abordando também a presença de surfistas portugueses nos Jogos, mas sobre a perspetiva de "Expectativas e possibilidades, o presente e o futuro".

 

Depois disso haverá um intervalo e as conferências passarão então para o debate sobre "A perspetiva do atleta: a importância da presença nos Jogos Olímpicos, objetivos a curto, médio e longo prazo", que se realizará entre as 19 e as 20 horas e contará com a presença de alguns jovens surfistas, como Guilherme Ribeiro, João Moreira e Joaquim Chaves, entre outros.

 

Por fim, Joana Pratas, atleta olímpica de vela, irá fazer o relato de uma experiência olímpica da perspetiva do atleta. É já na próxima semana que a Lusófona irá assim brindar os fãs e interessados por surf com uma conferência que pretende explorar e interpretar um tema que será, sem qualquer dúvida, marcante para o surf mundial. Uma iniciativa de saudar e que merece a atenção e presença de todos!


BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS

FOTOGALERIAS