Vasco Ribeiro sagra-se campeão nacional e iguala recorde de Ruben Gonzalez

unnamed 3 vasco

Vasco alcançou o título nas ondas do Guincho, regressando ao topo do surf nacional três anos depois. Foto: ANSurfistas

 

Vasco Ribeiro é o campeão nacional de 2017. O jovem surfista da Poça reconquistou um título que lhe fugia há três anos, para alcançar o quarto título nacional da carreira, igualando o recorde de Ruben Gonzalez. Depois de vencer em 2011, 2012 e 2014, Vasco voltou ao topo do surf nacional, num título alcançado no Guincho, durante o Bom Petisco Cascais Pro.

 

Com este triunfo, Vasco Ribeiro garantiu ainda o wildcard para o MEO Rip Curl Pro Portugal, etapa do World Tour da WSL que se vai disputar na segunda quinzena de outubro em Supertubos, Peniche. Vasco junta-se assim a Frederico Morais, que é membro integrante da elite mundial, na prova portuguesa do circuito mundial.

 

"Estou muito contente", começou por dizer Vasco após o triunfo. "Como disse no início do ano, não era um dos meus objetivos principais, mas fazia parte dos objetivos, sobretudo, quando anunciaram que o vencedor do título receberia o wildcard para o mundial em Peniche. Estou muito contente por ter alcançado este objetivo e agora é conseguir os outros", afirmou o surfista da Linha.

 

"Comparando com o meu último título, em 2014, está mais difícil ganhar a Liga. De ano para ano, tem sido assim. Há mais surfistas, o nível está maior e há diferentes pessoas a ganhar etapas. Isto é óptimo para o surf português e para todos aqueles que estão a treinar e competir", explicou Vasco.

 

Para carimbar o título nacional, Vasco nem preciso de vencer a última etapa do ano. Chegou alcançar as meias-finais para garantir o título de forma antecipada. Nessa mesma fase, o campeão mundial júnior de 2014 viria a perder para Miguel Blanco, que na final enfrentou o campeão nacional do ano passado, Pedro Henrique.

 

Os dois surfistas que ainda lutava pelo título com Vasco – Tiago Pires também entrava nas contas, mas não compareceu no evento de Cascais – disputaram assim a final da última etapa do ano, com Pedrinho a vencer no Guincho, com 15,30 pontos, contra 12,15 de Blanco, que já tinha perdido a final em Sintra para Vasco Ribeiro e na Figueira da Foz para Pedro Henrique.

 

Já a prova feminina, que contou com algumas ausências de peso devido à realização de um WQS em simultâneo, com destaque para a de Carol Henrique, que já havia carimbado o título de bicampeã nacional na etapa anterior, a vitória foi para Camilla Kemp, que na final bateu Mafalda Lopes, conseguindo terminar o ano no 2.º posto do ranking – Mafalda fechou o top 3.

 

Resultados finais:

 

Final Masculina: Pedro Henrique (15,30) vs Miguel Blanco (12,15);
Final Feminina: Camilla Kemp (8,85) vs Mafalda Lopes (4,5);
Renault Expression Session: Pedro Henrique;
Vencedor da MOCHE Groms Cup: Afonso Antunes;
Cascais Best Surfer: Miguel Blanco e Camilla Kemp;
Sommersby Onda do Outro Mundo: Kiron Jabour;
MEO Rip Curl Fantasy: Marco Figueiredo;
Surfista Preferido do Público: Vasco Ribeiro.



BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS

FOTOGALERIAS