Quatro surfistas em busca do título nacional e de uma vaga entre a elite mundial

Cartaz-candidatos-768x463
Vasco Ribeiro, Pedro Henrique, Tiago Pires ou Miguel Blanco? Quem levará a melhor? Foto: ANSurfistas


É já na quinta-feira que arranca o Bom Petisco Cascais Pro, quinta e última etapa da Liga MEO Surf, que vai ajudar a decifrar quem será o campeão nacional de 2017. Na disputa estão quatro surfistas: Vasco Ribeiro, que chega como líder do ranking, Pedro Henrique, que procura renovar o título nacional alcançado no ano passado, o experiente Tiago Pires e o jovem Miguel Blanco.

 

À parte desta luta vai ainda ficar a saber-se quem será o wildcard português no MEO Rip Curl Pro Portugal, décima e penúltima etapa do World Tour que se disputará no final de outubro em Peniche. O vencedor da Liga irá juntar-se a Frederico Morais nas ondas de Supertubos, sendo que Saca já anunciou publicamente que se vencer irá conceder a vaga a Vasco Ribeiro.

 

Voltando à derradeira etapa da Liga MEO Surf, Vasco Ribeiro chega a Cascais com vantagem sobre a concorrência e poderá garantir em casa o quarto título de campeão nacional, o que o faria igualar o recorde de títulos nacionais, que pertence a Rúben Gonzalez. Vasco depende apenas dele e caso chegue às meias-finais (3.º lugar) garante automaticamente o título.

 

"É uma prova importante pois está um título nacional, mas também um wildcard em jogo. Vou tentar apresentar-me na minha melhor forma, até porque este é um mês muito importante para mim. Há valiosos pontos para tentar ganhar nas provas europeias do WQS e a Liga aparece no meio. Foi um ano muito positivo e estou confiante para tentar garantir mais um triunfo ", admitiu Vasco Ribeiro.

 

Pedro Henrique surge como principal perseguidor de Vasco, necessitando de vencer a etapa e esperar que Vasco não passe dos quartos-de-final. "A minha expectativa é fazer um bom campeonato e poder surfar bem, que é o que gosto de fazer. Não me ponho em lugar de pressão para conseguir o título e a vaga do mundial. Acho que tenho todo potencial para lá estar, mas tenho-me focado na minha evolução, na minha preparação para o WQS e na minha família", frisou Pedrinho.

 

Já para Tiago Pires e Miguel Blanco poderem chegar ao título seria necessário Vasco Ribeiro não fazer melhor que um 9.º posto, pelo que todos os olhos vão estar colados à prestação do surfista da Poça, campeão mundial júnior de 2014. O Bom Petisco Cascais Pro disputa-se de quinta-feira a sábado, altura em que deverá ser conhecido o próximo campeão nacional. Em prova vão estar também as melhores surfistas nacionais, com Carol Henrique a já ter assegurado o título de forma antecipada.



BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS

FOTOGALERIAS