Regresso da Figueira da Foz é a novidade no calendário da Liga Meo Surf 2017

Liga Meo Surf 2017

A luta pelo título nacional tem uma nova paragem em 2017. Foto: ANS/Liga Meo Surf

 

Foi apresentada na terça-feira a Liga Meo Surf 2017. O principal circuito de surf em Portugal está de regresso à água já dentro de duas semanas, com a realização da primeira etapa na Ericeira. Contudo, a grande novidade passa pelo regresso dos melhores surfistas nacionais às ondas da Figueira da Foz, saindo a Costa de Caparica em relação à temporada passada.

 

Dessa forma, o Allianz Ericeira Pro marca o arranque da Liga Meo Surf 2017, com um evento que irá decorrer de 24 a 26 de março. Segue-se a já tradicional passagem pelo Porto, em maio. Em junho a Liga regressa à Figueira da Foz, depois de um interregno de alguns anos. Sintra mantém-se como a penúltima etapa, em julho, enquanto o final do circuito acontece entre 14 e 16 de setembro, em Cascais, como já vem sendo hábito.

 

Calendário da Liga MEO Surf 2017:

 

1ª etapa - 24 a 26 de Março – Allianz Ericeira Pro
2ª etapa - 12 a 14 de Maio – Renault Porto Pro
3ª etapa - 2 a 4 de Junho – Allianz Figueira Pro
4ª etapa - 14 a 16 de Julho – Allianz Sintra Pro
5ª etapa - 14 a 16 de Setembro – Bom Petisco Cascais Pro

 

Presente na apresentação da Liga estiveram os campeões nacionais em título, os irmãos Pedro e Carol Henrique, tal como Tiago Pires, que continuará assim a competir entres portas, e José Ferreira. "Esta é uma boa oportunidade para começar a competir novamente e ganhar ritmo, porque não têm havido muitos campeonatos. O ano de 2016 foi excelente para mim e tenho treinado muito para voltar a fazer bons resultados, pódios e vitórias", afirmou Pedrinho.

 

Apesar da mudança de naming da Liga, após o desaparecimento da Moche, o grupo Portugal Telecom continua de mãos dadas com a ANS, sendo que assegurou o "umbrella sponsor" da Liga com a marca MEO. As novidades não se ficaram por aqui, havendo também espaço para a criação de eventos paralelos à Liga e já a pensar na etapa do circuito mundial em Peniche.

 

Segundo foi anunciado na conferência de imprensa de apresentação do circuito, que decorreu no Museu do Desporto, em Lisboa, este ano, a Liga MEO Surf conta com novidades de peso como o 'Road to MEO Rip Curl Pro', que vem interligar os dois maiores patrocínios de surf da marca e assegurar a definição do wildcard que se irá juntar ao Frederico Morais na etapa portuguesa do World Tour – o MEO Rip Curl Pro.

 

Também a aposta nos mais novos sai reforçada com o 'MOCHE Groms Cup', um desafio por etapa para 12 surfistas sub-16, em quadro misto masculino e feminino. E claro que o MEO volta a disponibilizar a capacidade da sua fibra ótica de última geração nas 5 praias da Liga, assegurando a qualidade das transmissões em qualquer uma das plataformas, seja na TV através do MEO Kanal ou na internet.

 

Também o prize money para os surfistas foi novamente aumentado. Em 2017 a premiação total será de 90 mil euros, o que significa um incremento de 11 por cento face a 2016. Inclui-se aqui a Allianz Triple Crown, com um cheque anual de 6 mil euros, repartido entre os vencedores no masculino e feminino, e ainda a disputa da melhor manobra e os seus 2.500€ anuais atribuídos através da Renault Expression Session.

 

A estes juntam-se agora a premiação da melhor onda por etapa também com 2.500€ anuais, com o Somersby Onda Do Outro Mundo, assim como o programa dos Municípios de valorização dos surfistas locais, onde as Câmaras Municipais de Mafra, Figueira da Foz, Sintra e Cascais entregarão um cheque global de 1.500€ ao melhor e à melhor surfista local em cada uma das suas provas.

 

Para além das tradicionais atividades dos patrocinadores, a Liga Meo Surf 2017 passa ainda a contar com um workshop de fotografia Canon da responsabilidade do fotógrafo de surf Ricardo Bravo - a realizar nas etapas da Ericeira, Porto, Sintra e Cascais - e também um programa de empreendedorismo de Surf, mar e ambiente com a presença e promoção de negócios de start-ups locais.

 

Por fim, Francisco Rodrigues, presidente da Associação Nacional de Surfistas, fez um balanço positivo das novidades da Liga para 2017. "Não podíamos estar mais contentes", começou por dizer o antigo competidor. "Se no final do ano passado, um dos surfistas mais carismáticos da Liga, Frederico Morais, celebrou o seu sonho ao qualificar-se para a elite do surf mundial, em 2017, só podíamos voltar ainda mais fortes. É um momento importante para a ANS porque celebramos 20 anos em julho próximo. Para o efeito, conseguiu-se reunir uma equipa muito sólida de marcas e parceiros que, em conjunto, proporcionam o maior investimento no surf nacional de sempre, com a certeza que a muito competitiva disputa pelos títulos nacionais continuará o seu caminho com vista à criação e ao desenvolvimento de grandes nomes do surf português", frisou.

 

Todas as etapas da Liga MEO Surf têm transmissão em directo em www.ligameosurf.pt, e no MEO Kanal 202020, juntando-se ainda os programas diários e de resumo na SIC Radical e Bola TV. As plataformas oficiais são os meios institucionais da Associação Nacional de Surfistas através do seu portal www.ansurfistas.com e as redes sociais em @ansurfistas.



BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS

FOTOGALERIAS