Antoine Delpero e Chloé Calmon vencem Longboard Pro Gaia

Podium3378-GaiaMasurel low

A festa do pódio. Foto: WSL/Masurel

 

Press release - O francês Antoine Delpero e a brasileira Chloé Calmon conquistaram o primeiro lugar no Longboard Pro Gaia, segunda etapa na Europa do Circuito Mundial de Longboard da World Surf League, que hoje terminou na praia de Canide Norte, com ondas excelentes de um metro.

 

Neste Domingo de sol e com temperaturas de verão, os atletas ainda em prova proporcionaram um espectáculo de Longboard ao mais alto nível, frequentemente aplaudido pelo muito público presente.

 

O irmão Delpero mais velho (30 anos) e campeão europeu em título, acabou por vencer a sua segunda etapa consecutiva, mas desta vez não bateu o seu irmão mais novo na final, como em Vieux-Boucau.

 

Antoine, que foi um dos atletas mais consistentes e elegantes ao longo destes três dias, teve como adversário na final do Longboard Pro Gaia o bi-campeão mundial Piccolo Clemente (33 anos), do Peru, o que tornou a sua vitória ainda mais saborosa.

 

"Ao fim destes três dias, posso finalmente descontrair e sorrir", afirmou Delpero. "Foi um campeonato incrível, com surfistas tão bons, por isso estou muito satisfeito com a minha prestação. Conseguir duas vitórias consecutivas é fabuloso e dá-me a certeza de estar num bom nível competitivo, apesar de alguns erros que ainda cometo, aos 30 anos e com tanta experiência... mas acho que já consigo manter a calma sob pressão, o que ficou bem visível durante a final, pois sabia que o Piccolo podia fazer uma onda de 9 pontos a qualquer altura. Sabe bem bater o Piccolo, que me eliminou nas meias-finais do mundial na China, no ano em que se sagrou campeão mundial pela primeira vez! Agora vou concentrar-me nas duas etapas restantes aqui na Europa", comentou ainda o campeão da etapa.

 

Os dois finalistas estiveram muito bem, mas uma onda surfada quase na perfeição, para a direita, que valeu 9,10 pontos a Antoine, fez a diferença para o bi-campeão mundial. Piccolo não deixou de se mostrar satisfeito com o segundo lugar e com as ondas que apanhou, sobretudo porque foi o protagonista de uma das baterias mais disputadas de toda a prova, nas meias-finais, contra o brasileiro Augusto Olinto, o grande destaque dos dois primeiros dias.

 

Os dois surfistas terminaram esta meia-final com pontuações altíssimas, acima dos 17 pontos, ambos fizeram ondas excelentes, na casa dos 9 pontos, mas desta vez falou mais alto a experiência do peruano.

 

Augusto Olinto não deixou de igualar o resultado obtido em Vieux-Boucau no fim de semana passado, batendo nos quartos de final o surfista que o tinha eliminado em França – precisamente o irmão Delpero mais novo, Edouard.

 

Igualmente em terceiro lugar, nas meias-finais, ficou a grande surpresa desta prova, o japonês Shohei Akimoto, no melhor resultado da sua carreira e muito feliz com o apoio sentido do público português.

 

Akimoto bateu a outra grande revelação da prova nos quartos de final, o jovem francês Martin Coret, que terminou assim o Longboard Pro Gaia na quinta posição, a par de Edouard Delpero, do seu compatriota Emilien Fleury e do Top 3 mundial Ben Skinner, inglês que em 2015 venceu aqui uma etapa do circuito europeu.

 

Nas senhoras, a brasileira Chloé Calmon confirmou totalmente o seu favoritismo, conquistando o primeiro lugar no Longboard Gaia Pro, bem como as melhores ondas e pontuações totais da prova. Calmon bateu a francesa Victoria Vergara na final, ambas deixando a igualmente gaulesa Carole Lormant e a japonesa Hiroka Yoshikawa nas meias-finais, em terceiro lugar ex-aequo.

 

"O meu objectivo ao vir para a Europa era ganhar mais experiência e prática", assumiu Chloé. "Acho que aprendi muito em França e aqui em Gaia, onde me senti completamente em casa, apesar de ser a primeira vez que venho a Portugal! Apanhámos muito boas esquerdas, o que, para uma goofy footer como eu, é óptimo! Isso talvez me tenha ajudado a descontrair, pois comecei a final algo nervosa... mas depois das duas primeira ondas entrei na frequência certa e acabou por correr tudo como eu desejava. Obrigado a todos e parabéns por este evento excelente", concluiu Calmon, Top 3 mundial.

 

Depois do Longboard Pro Gaia, segunda etapa a contar também para o ranking europeu de longboard, Antoine Delpero lidera confortavelmente, com o seu irmão Edouard Delpero em segundo lugar, o inglês Ben Skinner em terceiro e os franceses Emilien Fleury e Martin Coret empatados no quarto posto.

 

Nas meninas, a francesa Victoria Vergara é agora a líder do ranking europeu, com a sua compatriota Alice Lemoigne (que falhou a etapa gaiense) agora em segundo lugar e a portuguesa Kathleen Barrigão em terceiro, empatada com Carole Lormant.

 

Com o encerramento do Longboard Pro Gaia, termina igualmente o Atlantic Surf Fest 2016. Foi mais de um mês de iniciativas ligadas ao mar e à natureza, com o objectivo de promover turisticamente Gaia, através de algumas das suas grandes mais-valias.

 

"Este evento superou as nossas expectativas e não poderia terminar de melhor forma, com três dias de competição ao mais alto nível. Para nós é um grande orgulho ter recebido os melhores atletas do mundo nas praias de Vila Nova de Gaia, onde criaram um ambiente único graças às suas manobras, fortemente aplaudidas e seguidas pelo público. O ambiente na praia de Canide Norte foi único e bastante colorido, mostrando ao mundo todo o potencial desta costa", afirmou Gonçalo Pina, da organização.

 

O Atlantic Surf Fest 2016 foi uma organização do Portugal Ativo Club, com o total apoio da Câmara Municipal de Gaia, Águas de Gaia e Turismo do Porto e Norte, o patrocínio da Douro Gaz, Liberty, Pagaqui, Novotel, Superbock e Junta de Freguesia de Canidelo, o apoio da Douro Marina, SupDouro, Nelo, Pena Park Aventura e Cespu, tendo como media partners o Porto Canal, FuelTV, Rádio Nova Era – Rádio oficial, SurfPortugal, Surftotal e Onfire.



BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS

FOTOGALERIAS