Armada lusa conhece os adversários para o QS6000 de Ichinomya, no Japão

d0649bd47103e157de71a0af019fffc4

Shida Point vai receber a nata do WQS. Foto: WSL

 

É já na segunda-feira que arranca mais uma importante prova do circuito WQS, o Ichinomya Chiba Open. Sem qualquer prova máxima (WQS) realizada ainda este ano, os QS6000 revestem-se de importância, até pelo bom momento que alguns surfistas portugueses atravessam. No total são 7 os surfistas portugueses que viajaram até ao país do sol nascente. Esta sexta-feira ficaram já a conhecer o heat draw para o evento nipónico.

 

O campeonato vai começar com uma primeira fase de trials, dirigida sobretudo a surfistas locais. A entrada da armada lusa em prova acontece já depois da ronda inaugural ser realizada. Apenas na 2.ª ronda estarão os primeiros portugueses, num total de quatro representantes. A aventura nacional no Japão inicia-se assim através de José Ferreira, que no heat 14 enfrenta o francês Adrien Toyon, o norte-americano Nathaniel Curran e outro surfista vindo da ronda anterior.

 

Logo praticamente de seguida, no heat 16, é a vez de competir Tomás Fernandes. O jovem da Ericeira mede forças com o brasileiro Robson Santos, com francês Nelson Cloarec e com outro surfista vindo da fase prévia. No heat 23 é a vez de Marlon Lipke entrar em ação frente ao norte-americano Brett Simpson, ao taitiano O'Neill Massin e a outro surfista vindo da 1.ª ronda, sendo que no 24.º e último heat desta fase Nic von Rupp regressa à competição para competir frente ao havaiano Josh Moniz, ao francês Jorgann Couzinet e a outro surfista eu falta apurar.

 

Depois disso, a prova avança para a 3.ª ronda, onde entram em cena os top seeds. E Portugal tem três. Curiosamente, Frederico Morais, que chega ao Japão no 15.º posto do ranking após o trunfo no QS3000 da Martinica, está no heat 18 juntamente com Pedro Henrique (24.º). Os dois adversários dos portugueses virão da 2.ª ronda. Já Vasco Ribeiro (54.º) está no heat 23 com o neozelandês Billy Stairmand, sendo que caso Marlon e Nicolau avancem poderão cruzar-se com o compatriota nesta 3.ª ronda.

 

Em Shida Point, Ichinomiya, no distrito de Chiba, vão estar em jogo 6000 importantes pontos para o vencedor do evento, sendo que chegar a uma fase avançada desta prova japonesa também rende pontuações interessantes. Quanto ao prize-money, o vencedor leva para casa 25 mil dólares. A competição arranca esta segunda-feira e prolonga-se até a dia 30 (segunda-feira) da semana seguinte, esperando-se uma boa prestação dos representantes nacionais nas sempre imprevisíveis ondas nipónicas.



BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS

FOTOGALERIAS