Mais uma ausência no Oi Rio Pro: Kelly Slater é baixa de última hora

5b3992fc91c5bf57aab84fc1fed035b2

Rumores sobre a ausência do king são agora verdadeiros. Foto: WSL

 

Os rumores já haviam começado a surgir e agora é uma certeza. Kelly Slater é a mais recente baixa para o Oi Rio Pro, a quarta etapa do World Tour 2016. Um evento que está envolto em cada vez mais polémica, sendo que mais parece que os surfistas estão a fazer um complô para não marcarem presença no Rio de Janeiro.

 

A ausência de Kelly Slater pode ser confirmada através do site oficial da WSL, uma vez que o nome dele saiu do documento oficial do draw, abrindo assim mais uma vaga. A última vaga disponível seria para o vencedor dos trials, mas agora poderá entrar vencedor e finalista vencido. A não ser que a WSL opte por chamar outro surfista...

 

Ainda assim, o mais provável é que o apuramento do substituto de Slater aconteça mesmo através dos trials, o que aumentará para 14 o número de surfistas brasileiros a participar na etapa. Um número recorde e que certamente servirá para animar ainda mais as hostes entre o fervoroso público brasileiro que acorre em peso a até esta etapa.

 

Slater junta-se aos lesionados Owen Wright e Bede Durbidge, aos "pré-reformados" Mick Fanning e Taj Burrow e ainda Kai Otton e Joel Parkinson. Otton alegou problemas pessoais, enquanto Parko está lesionado, embora tenha competido em Bali já depois do anúncio de que ia estar ausente no Rio. São baixas a mais sem aparente justificação. A situação começa a parecer-se com um boicote.

 

Os motivos de Slater? Ainda não há versão oficial, mas talvez tenha optado por ficar a brincar na sua piscina de ondas. A verdade é que a má vontade de alguns surfistas para com o evento brasileiro não é recente. Não é sequer a primeira vez que Kelly á ausência no Rio. Com tanto rumor de que a etapa pode sair do calendário, até que ponto essa não será uma situação que está a ser forçada pelos próprios surfistas?

 

Entretanto, os media internacionais fizeram soar o alarme com uma história que envolve dois competidores e um alvejamento em público. Tendo em conta que os dois surfistas envolvidos (Carissa Moore e Conner Coffin) apenas alegadamente viram o incidente... Onde está a notícia? É mais lenha para a fogueira de uma etapa que já está sob brasas.

 

Certo é que estamos a um dia do arranque do evento, que este ano terá a praia do Grumari como palco principal. E a ação até já começa hoje com os trials, de onde sairá o segundo wildcard – e muito provavelmente o substituto de Slater. Depois de tanto "jogo" fora de água, finalmente chega o surf. Felizmente, pois já chega de polémica. Está na hora de irmos ao que realmente interessa.



BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS

FOTOGALERIAS