Tops do WCT com permissão para participarem no Mundial ISA

bf7d7aac5cd3414b7d39f47e7d18d900

Jordy Smith poderá ser uma das surpresas do campeonato da Costa Rica. Foto: WSL

 

A próxima edição do Mundial da ISA, que se realizará em agosto, na Costa Rica, poderá contar com a presença de alguns dos melhores surfistas do Mundo. Quem o assegurou foi Fernando Aguerre, presidente da International Surfing Association. Ao que tudo indica, a ISA chegou a acordo para que a WSL permita que os surfistas do World Tour participem neste evento.

 

Uma notícia que irá certamente aumentar o interesse no Mundial de surf amador e que deverá atrair algumas estrelas até à competição. Segundo o próprio Aguerre, os norte-americanos Nat Young e Kolohe Andino já estão certos na Seleção dos Estados Unidos para o campeonato deste ano, tal como Jeremy Flores está na seleção francesa. No ar há ainda a possibilidade de Jordy Smith também e entrar em prova, representando a África do Sul.

 

Esta é uma situação que faz todo o sentido, principalmente porque a edição de 2016 dos ISA World Championships pode ser a primeira a ser realizada já com o surf como modalidade olímpica. A votação para a entrada do surf nos Jogos Olímpicos de Tóquio em 2020 acontece dias antes do campeonato se iniciar, o que aumenta as expectativas para o evento.

 

Uma eventual qualificação olímpica deverá passar logicamente pelos Mundiais da ISA, pelo que aos poucos os tops do World Tour interessados em disputar as Olimpíadas devam começar a entrar nos eventos da ISA. Prevê-se assim que o nível do evento vá aumentando de ano para ano, começando já na Costa Rica. Um cenário que vai aumentar as dificuldades da seleção portuguesa, que procura renovar a prata conquistado no Mundial do ano passado, na Nicarágua.



BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS

FOTOGALERIAS