Miguel Blanco vice-campeão do Pro Zarautz; Jonathan Gonzalez e Pauline Ado triunfam

e26fc37de1dc94f9a0aa1228d311bf54

Blanco teve uma grande estreia no WQS em 2016. Foto: WSL

 

Miguel Blanco conseguiu alcançar este domingo a final do Pro Zarautz, QS1000 que se disputou no País Basco, e que contou com alguns dos melhores e mais experientes surfistas europeus em prova. O jovem português só foi parado pelo canário Jonathan Gonzalez, tendo terminado este evento do WQS num excelente 2.º posto.

 

Depois de ontem se ter qualificado para as meias-finais, Blanco começou o dia com um grande triunfo frente ao basco Aritz Aranburu. De pouco valeu a experiência do ex-top do WCT perante a irreverência do surfista da Linha, que somou 16,20 pontos (8,60 e 7,60) contra 13,50 do adversário. Antes disso, Jonathan Gonzalez havia batido o francês Joan Duru, estando assim encontrados os finalistas.

 

Pelo meio foi também disputada a prova feminina. Com um grande duelo entre francesas e bascas nas meias-finais, acabaram por ser as gaulesas a imporem a sua experiência. Ariane Ochoa e Garazi Sanchez Ortun dividiram o 3.º posto, enquanto a final foi disputada por Pauline Ado e Justine Dupont, com a primeira a levar a melhor, com 14,26 pontos contra 11,90 da rival.

 

Chegava a altura da aguarda final masculina, com o experiente Gonzalez a começar mais forte. O surfista que é patrocinado pela marca portuguesa Deeply alcançou um score de 14,26 pontos, que acabou por tornar impossível a tarefa de Miguel Blanco. Apesar de ter conseguido uma onda de 8,57 pontos, o facto de lhe ter sido aplicada uma interferência acabou com as esperanças do português.

 

"A minha campanha no QS do ano passado foi terrível, por isso começar o ano com uma final é muito bom", começou por dizer o surfista português de 20 anos. "Sinto-me abençoado. As coisas este ano estão a começar a correr bem para o meu lado. Não apenas pelos campeonatos, mas também porque consegui finalmente encontrar patrocinador principal. Isso faz uma grande diferença. Estou simplesmente feliz. Na final tentei tirar o Jonathan das melhores ondas e vender-lhe uma pior, mas infelizmente acabei por fazer uma interferência. São coisas que acontecem", terminou.

 

Mais do que os 750 pontos conquistados para o ranking do WQS e os 1.500 dólares em prémio, a performance de Blanco em Zarautz destacou-se pelos triunfos conseguidos frente a surfistas de renome, como Aritz Aranburu e Maxime Huscenot. Este foi um evento de boa memória para os portugueses, com José Ferreira e Pedro Henrique a terem terminando ainda no 5.º posto.

 

Pro Zarautz Final:

1. Jonathan Gonzalez (CNY) 14,26
2. Miguel Blanco (PRT) 8,57

 

Pro Zarautz Semifinals:

H1: Jonathan Gonzalez (CNY) 13,66 def. Joan Duru (FRA) 11,76
H2: Miguel Blanco (PRT) 16,20 def. Aritz Aranburu (EUK) 13,50

 

Pro Zarautz Women’s Final:

1. Pauline Ado (FRA) 14,26
2. Justine Dupont (FRA), 11,90

 

Pro Zarautz Women’s Semifinals:

H1: Justine Dupont (FRA) 12,50 def. Garazi Sanchez Ortun (EUK) 6,80
H2: Pauline Ado (FRA) 16,67 def. Ariane Ochoa (EUK) 7,07

 

Pro Zarautz Women’s Quarterfinals:

H1: Justine Dupont (FRA) 12,83 def. Leticia Canales Bilbao (EUK) 11,00
H2: Garazi Sanches Ortun (EUK) 11,00 def. Kim Veteau (GLP) 9,10
H3: Pauline Ado (FRA) 14,90 def Keshia Eyre (GBR) 10,24
H4: Ariane Ochoa (EUK) 14,04 def. Maud Le Car (FRA) 11,57

 



BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS

FOTOGALERIAS