Teresa Bonvalot conquista o Caparica Pro Junior; Perloiro é vice-campeão e Moreira 3.º

79301323d99d3b8b861bfa07eba05d98

Bicampeã nacional voltou a subir ao pódio na Caparica. Foto: WSL


A Praia do Paraíso voltou a assistir a mais um triunfo do surf nacional a nível europeu. Teresa Bonvalot reconquistou o título alcançado no ano passado nesta mesma praia, vencendo assim o Caparica Pro Junior, prova inaugural do Pro Junior Europeu, que terminou este sábado na Costa de Caparica.

 

O desfecho deste evento até esteve perto de ser idêntico ao de 2015, onde dois surfistas portugueses subiram ao lugar mais alto do pódio. Contudo, nem João Moreira nem Luís Perloiro conseguiram repetir o feito de Miguel Blanco. Perloiro foi quem teve mais perto de o fazer, mas perdeu numa renhida final para Thomas Debierre, de Guadalupe.

 

A prova recomeçou por volta das 10 horas, sendo que apenas se faltavam disputar meias-finais e finais. Com um mar complicado, os surfistas revelaram alguma dificuldade de adaptação e foi por isso natural que alguns heats tenham terminado com scores baixos. Depois da basca Nadia Erostarbe garantir a primeira vaga da final feminina, foi a vez de Teresa imitá-la, ao vencer a também basca Ariane Ochoa, precisando apenas de 7,40 pontos.

 

Com uma representante nacional já numa final, restava agora torcer por uma histórica final 100 por cento portuguesa na prova masculina. Lula começou por cumprir a sua missão, eliminado o britânico e frequentador assíduo da Ericeira, Arron Strong, com 12,67 pontos contra apenas 9,40.

 

No entanto, João Moreira, desta vez, não se encontrou com o mar e acabou por ser eliminado por Debierre, que somou apenas 8,77 pontos. Por esta altura o mar complicava bastante a vida aos surfistas, tendo um grande contributo para este desfecho. Ainda assim, o surfista de Carcavelos garantiu um excelente 3.º posto, sendo ainda o surfista que apresentou o melhor surf ao longo do evento.

 

Chegava a altura da final feminina e Teresa Bonvalot lutava por repetir a conquista do ano passado. Numa final de scores baixos, a jovem bicampeã nacional, e apenas 16 anos, só precisou de usar a sua experiência para controlar um heat em que a basca esteve completamente desencontrada. Os 7,34 pontos da portuguesa foram suficientes para os apenas 2,57 de Erostarbe.

 

Já na final masculina foi o surfista francófono que começou por cima, com Lula a ver-se obrigado a correr desde cedo atrás do prejuízo. Mas o goofy de Lisboa conseguiu responder forte a meio do heat e chegou mesmo a estar muito perto do triunfo, conseguindo um score de 13,33 pontos. Mas na última onda do heat, Debierre arrecadou o triunfo com uma onda de 7,77 pontos, que lhe rendeu um score final de 14,84.

 

Terminou assim em festa o Caparica Pro Junior, um evento que marcou uma nova era no circuito europeu júnior, destinado agora apenas a surfistas sub-18. Uma mudança que em nada prejudicou o surf português que, pelo contrário, deu uma grande demonstração de talento, alcançando já bons resultados para a luta pelo título final. Apesar de só Teresa ter saído vencedora da Caparica, a presença de três surfistas nacionais no pódio é reveladora de um momento bastante positivo. Que assim continuem!

 



BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS

FOTOGALERIAS