Rip Curl Pro: Slater e Gilmore voltam a ceder em dia abrilhantado por goofys em Bells

f650ebdf0e37c7777ed110eb2d9ad18d

Seabass protagonizou o momento do dia com uma manobra verdadeiramente espetacular. Foto: WSL

 

O espetáculo aqueceu este sábado em Bells Beach, com homens e mulheres a serem protagonistas de mais um dia de ação neste Rip Curl Pro. Depois de concluída a ronda inaugural masculina, com muitas certezas e uma surpresa pelo meio, o dia avançou ao ritmo da prova feminina, onde se realizaram mais duas rondas.

 

Condições com algum tamanho, mas algo inconsistentes, foram dando raras oportunidades aos melhores surfistas do Mundo e no aproveitar é que esteve o ganho. Após a realização destas rondas iniciais, é possível já tirar alguns apontamentos sobre quem parece estar por cima nesta fase. Aqui ficam 10 notas sobre este terceiro dia em Bells.

 

- Goofys saíram por cima. Com as direitas de Bells a não se apresentarem de fácil leitura, foi o power de backside que foi marcando o ritmo ao longo do dia, sobretudo na prova masculina. Wilko, Nat Young, Wiggolly e Kai Otton foram os melhores intérpretes desta lei. Nas mulheres, Alessa Quizon, Tatiana e Bronte MaCaulay equilibraram as contas, nomeadamente na repescagem.

 

- Parko e John John à parte. Houve dois nomes que se apresentaram um nível acima de todos os outros. O veterano australiano foi dos poucos a conseguir conectar-se na perfeição com o mar, mostrando a linha mais bonita deste dia. Já o prodígio havaiano voltou a mostrar-se consistente, exibindo-se com um surf paradoxalmente explosivo mas também suave.

 

- O dilema de Kelly. A primeira onda do norte-americano no campeonato até deixou boas indicações, mas acabou por não apanhar mais nenhuma durante o resto do heat. Perdeu para o power de Otton e vai disputar nova repescagem. Depois da derrota precoce na Gold Coast, Slater está novamente em maus lençóis. Pior de tudo, é perceber que nem ele próprio parece preocupado com isso. Nesta altura, associar KS a um possível título mundial é puro devaneio.

 

- Steph à mesma medida. Na prova feminina há outro nome sonante a passar também por dificuldades. Após o falhanço na ronda inaugural, Gilmore passou na repescagem por Laura Enever, mas depressa voltou a cair na 3.ª ronda e, à semelhança de Slater, praticamente sem surfar. A situação é ainda mais delicada quando percebemos que na 4.ª ronda terá pela frente Malia Manuel.

 

- Carissa dominante. A campeã mundial protagonizou a melhor prestação do dia, colocando toda a sua técnica à prova nas paredes levantadas de Bells. Foi um dia normal para a havaiana, que só viu Courtney Conlogue, a atual número 2, que também o foi no ano passado, a seguir-lhe o exemplo com o mesmo nível de brilhantismo.

 

- Sally sobe, Tyler desce. Quem recuperou do desacerto inicial foi Sally Fitzgibbons. Após a eliminação precoce em Snappers e a derrota na ronda inaugural em Bells, a australiana deu a volta por cima e, mesmo sem apresentar um surf espetacular, avançou duas rondas e já está nos quartos-de-final. Em sentido inverso, a líder mundial Tyler Wright voltou a perder a consistência e na única vez que entrou na água este sábado, esteve bastante longe de ser a surfista que venceu a etapa inaugural.

 

- Duas finais em perspetiva. Caso Gilmore ultrapasse a repescagem vai marcar encontro com Carissa Moore nos quartos-de-final. Já Conlogue poderá ter pela frente a líder mundial Tyler Wright. A camisola amarela do WWT vacilou na ronda 3 e vai ter agora pela frente Nikki van Dijk. Mais "folgadas" estão Sally Fitzgibbons e Johanne Defay que esperam pelas vencedoras dos duelos entre Alessa Quizon e Bianca Buitendag e de Bronte MaCaulay e Tatiana Weston-Webb, respetivamente.

 

- Substitutos de ouro. Não, os "jokers" do Tour não voltaram a fazer das suas. Pelo menos, para já. Também não houve rookies vencedores, depois de uma primeira metade de ronda onde surpreenderam. Mas torna-se essencial frisar a prestação de Sebastian Zietz. O havaiano só vai para a 2.ª ronda porque encontrou um Joel Parkinson muito inspirado. Ainda assim protagonizou a manobra do dia. Seabass é um caso claro de um exímio surfista com nível de Tour, mas que rende mais como substituto e sem a pressão de ter de fazer resultados.

 

- Eficácia de líder. A estreia de Matt Wilkinson na defesa da liderança gerou algumas expectativas. Não que nesta altura muitos acreditem que o australiano possa lutar pelo título. Contudo, este estranho Wilko apresentou-se super eficaz, não dando azo a que os seus rivais conseguissem perturbar a sua qualificação direta para a 3.ª ronda. E pela frente teve o número 2 e finalista vencido em Snappers Kolohe Andino... Temos de lhe tirar o chapéu.

 

- Duelos interessantes. Os principais favoritos descansam agora durante a próxima fase, enquanto esperam pelo seu destino na 3.ª ronda. Mas há quem tenha pela frente tarefas complicadas na repescagem. Jeremy Flores enfrenta Mason Ho. O ainda adormecido rookie de 2015 Italo Ferreira tem pela frente o local Tim Stevenson. Slater mede forças com Tim Bisso. Jordy Smith enfrenta Adam Melling. Mas, neste momento, a "fava" parece ter calhado a Kolohe Andino, que vai enfrentar Seabass. Este promete ser o grande duelo da 2.ª ronda.

 

Rip Curl Pro Bells Beach Remaining Round 1 Results:
Heat 7:
Kai Otton (AUS) 13.60, Alex Ribeiro (BRA) 8.44, Kelly Slater (USA) 7.17
Heat 8: Joel Parkinson (AUS) 15.33, Sebastian Zietz (HAW) 13.87, Taj Burrow (AUS) 8.80
Heat 9: Matt Wilkinson (AUS) 13.40, Kolohe Andino (USA) 12.30, Miguel Pupo (BRA) 12.24
Heat 10: Nat Young (AUS) 12.10, Adrian Buchan (AUS) 11.53, Ryan Callinan (AUS) 9.50
Heat 11: Wiggolly Dantas (BRA) 12.00, Matt Banting (AUS) 11.90, Josh Kerr (AUS) 8.87
Heat 12: John John Florence (HAW) 14.50, Jordy Smith (ZAF) 11.10, Jadson Andre (BRA) 9.10

 

Rip Curl Pro Bells Beach Round 2 Match-Ups:
Heat 1:
Italo Ferreira (BRA) vs. Tim Stevenson (AUS)
Heat 2: Jeremy Flores (FRA) vs. Mason Ho (HAW)
Heat 3: Kelly Slater (USA) vs. Timothee Bisso (GLP)
Heat 4: Josh Kerr (AUS) vs. Dusty Payne (HAW)
Heat 5: Jordy Smith (ZAF) vs. Adam Melling (AUS)
Heat 6: Adrian Buchan (AUS) vs. Alex Ribeiro (BRA)
Heat 7: Kolohe Andino (USA) vs. Sebastian Zietz (HAW)
Heat 8: Taj Burrow (AUS) vs. Miguel Pupo (BRA)
Heat 9: Caio Ibelli (BRA) vs. Ryan Callinan (AUS)
Heat 10: Stuart Kennedy (AUS) vs. Matt Banting (AUS)
Heat 11: Conner Coffin (USA) vs. Jadson Andre (BRA)
Heat 12: Keanu Asing (HAW) vs. Michel Bourez (PYF)

 

Rip Curl Women’s Pro Bells Beach Round 2 Results:
Heat 1:
Nikki Van Dijk (AUS) 13.60 def. Chelsea Tuach (BRB) 7.00
Heat 2: Alessa Quizon (HAW) 10.67 def. Sage Erickson (USA) 10.50
Heat 3: Sally Fitzgibbons (AUS) 12.67 def. Brisa Hennessy (HAW) 8.73
Heat 4: Stephanie Gilmore (AUS) 12.10 def. Laura Enever (AUS) 10.50
Heat 5: Tatiana Weston-Webb (HAW) 14.00 def. Coco Ho (HAW) 11.83
Heat 6: Bronte Macaulay (AUS) 11.57 def. Keely Andrew (AUS) 11.50

 

Rip Curl Women’s Pro Bells Beach Round 3 Results:
Heat 1:
Sally Fitzgibbons (AUS) 11.66, Alessa Quizon (HAW) 10.40, Stephanie Gilmore (AUS) 4.77
Heat 2: Carissa Moore (HAW) 15.27, Malia Manuel (HAW) 8.60, Bianca Buitendag (ZAF) 6.30
Heat 3: Courtney Conlogue (USA) 14.50, Nikki Van Dijk (AUS) 11.10, Tatiana Weston-Webb (HAW) 6.76
Heat 4: Johanne Defay (FRA) 7.10, Bronte Macaulay (AUS) 6.36, Tyler Wright (AUS) 4.83

 

Rip Curl Women’s Pro Bells Beach Round 4 Match-Ups:
Heat 1:  
Alessa Quizon (HAW) vs. Bianca Buitendag (ZAF)
Heat 2: Malia Manuel (HAW) vs. Stephanie Gilmore (AUS)
Heat 3: Nikki Van Dijk (AUS) vs. Tyler Wright (AUS)
Heat 4: Bronte Macaulay (AUS) vs. Tatiana Weston-Webb (HAW) 

 



BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS

FOTOGALERIAS