Quiksilver Pro Gold Coast: Substitutos e rookies surpreendem os favoritos em Snappers

c119d342d0227c4f24e07b78b59434e5

Stu aproveitou a oportunidade como substituto para causar impacto ao eliminar Slater. Foto: WSL

 

Snapper Rocks viu a ação acontecer pelo terceiro dia consecutivo. Mas, desta vez, com um toque ainda maior de drama. Se na ronda inaugural já tinham acontecido algumas surpresas, na repescagem os favoritos acabaram por não conseguir inverter a tendência e muitos deles saíram bem cedo de prova. Kelly Slater, Julian Wilson e Jordy Smith são alguns exemplos. Já o campeão mundial Adriano de Souza conseguiu escapar a eta razia.

 

O dia foi claramente dos rookies e dos substitutos. Surfistas que não estão a tempo inteiro no Tour conseguiram aproveitar a oportunidade que lhe foi concedida neste Quiksilver Pro Gold Coast, para arrancarem o ano com uma prestação convincente. Seabass e Stu Kennedy foram os autores das maiores proezas, mas os estreantes, como Ryab Callinan ou Conner Coffin também se exibiram a grande nível.

 

E agora?

 

O dia arrancou com o heat de Mineiro. O campeão mundial estava sobre brasas, sobretudo por enfrentar um poderoso surfista australiano, que conhece bem a onda e que vinha de um triunfo nos trials. Ainda assim, o campeão mundial foi super competente e não deu azo a surpresas, com Wade Carmichael a não encontrar espaço para responder ao surf poderoso do brasileiro. Num mar complicado, devido à altura da maré, vimos Adriano fazer algumas manobras do mais power que ele á fez.

 

A batata quente passava para os restantes top seeds presentes na repescagem. E não demorou a queimar as mãos de alguém. Logo um dos principais favoritos ao título. Julian Wilson deu continuidade à fraca prestação da ronda inaugural e viu-se eliminado frente a um competente Sebastian Zietz. Na realidade, Julian nem ofereceu muita luta. Começar a perna australiana com um resultado destes é um rude golpe para um surfista que começou 2015 com uma final aqui mesmo em Snappers e que terminou o ano a lutar pelo título. O tempo escasseia para o senhor Wilson...

 

Mas o pior ainda estava para vir. Com a sua prancha castanha, que não passa despercebida a ninguém e que o próprio garante não ser uma experiência, Slater surfou q.b., tal como já havia feito na ronda inaugural. E voltou a dar-se mal. O heat foi equilibrado e as ondas não ajudavam, até que o australiano Stu Kennedy decidi elevar o nível e arriscar na execução de três manobras mais progressivas. Uma onda pontuada com 9,50 pontos que acabaria por eliminar o 11 vezes campeão mundial.

 

Depois disto o melhor mesmo era parar a prova e esperar pela melhoria da maré. Slater eliminado de primeira é sempre algo que choca os fãs. Cada vez mais apenas pelo seu estatuto. Pois, pelo surf o choque não foi assim tão grande. E agora? Esta é a pergunta que, mais do que nunca, é preciso fazer. Nos últimos anos Slater nunca perdeu de primeira na etapa inaugural. Longe vão os tempos em que era imbatível em Snappers. Depois do 9.º lugar na temporada de 2015, este resultado prova que em Kelly já não mora mesmo um candidato. Valerá a pena arrastar-se desta forma?

 

Novatos mas pouco

 

A prova retomou mais tarde e até final do dia ainda se realizaram mais sete baterias, ficando a faltar ainda duas para fechar a ronda. A parte da tarde foi dominada pelos rookies, que garantem assim uma boa entrada na elite mundial. Entre os tops seeds apenas Josh Kerr, John John Florence e Ace Buchan escaparam à surpresa. Por outro lado. Jordy Smith esteve no pior, perdendo para o estreante Ryan Callinan, que esteve muito assertivo, escolhendo as ondas que precisão. Mais um arranque em falso para o gigante sul-africano. Parece que ainda não será desta para Jordy...

 

Pelo meio surgiu um John John Florence concentrado e em boa forma e também um eficaz Ace Buchan. Foram eles os únicos dois surfistas que conseguiram interromper o ímpeto dos rookies. John John bateu de forma segura o australiano Davey Cathels, colocando em prática algum do melhore surf progressivo do dia em Snappers. Da mesma forma, Ace superou o estreante brasileiro Alex Ribeiro.

 

Mas os rookies ainda estavam para durar e, no sentido inverso, o californiano Conner Coffin utilizou os seus poderosos carves de frontside para conseguir uma boa e sofrida vitória frente a Kai Otton. Já Kanoa Igarashi precisou apenas de um centésimo de ponto a mais que Keanu Asing para bater o havaiano num duelo muito apertado. Por fim, o dia haveria de fechar com um duelo totalmente brasileiro, onde ficou mais uma vez provado que o estilo de pouco vale frente ao crer e raça. Apesar de Miguel Pupo ser um dos surfistas brasileiros com um surf mais bonito, foi a vontade de Jadson que levou a melhor.

 

Por realizar ficou o prometedor duelo de rookies entre Jack Freestone e Caio Ibelli e ainda Matt Banting frente a Kolohe Andino. A prova pode prosseguir esta segunda-feira – noite de domingo em Portugal – rezando nós para que as ondas melhorem, pelo menos, ligeiramente. Estão já definidos também a maioria dos duelos da 3.ª ronda, sendo que Adriano de Souza irá enfrentar novamente o wildcard Mikey Wright, Gabriel Medina enfrenta a surpresa Stu Kennedy e Mick Fanning mede forças com Seabass.

 

Quiksilver Pro Gold Coast Round 2 Results:
Heat 1:
Adriano de Souza (BRA) 15.30 def. Wade Carmichael (AUS) 11.00
Heat 2: Sebastian Zietz (HAW) 13.10 def. Julian Wilson (AUS) 11.87
Heat 3: Stuart Kennedy (AUS) 15.73 def. Kelly Slater (USA) 13.10
Heat 4: Josh Kerr (AUS) 13.50 def. Adam Melling (AUS) 10.83
Heat 5: Ryan Callinan (AUS) 15.74 def. Jordy Smith (ZAF) 12.00
Heat 6: John John Florence (HAW) 14.36 def. Davey Cathels (AUS) 12.66
Heat 7: Conner Coffin (USA) 13.33 def. Kai Otton (AUS) 13.16
Heat 8: Adrian Buchan (AUS) 15.37 def. Alex Ribeiro (BRA) 13.47
Heat 9: Kanoa Igarashi (USA) 12.27 def. Keanu Asing (HAW) 12.26
Heat 10: Jadson Andre (BRA) 11.43 def. Miguel Pupo (BRA) 9.07

 

Quiksilver Pro Gold Coast Remaining Round 2 Match-Ups:
Heat 11:
Caio Ibelli (BRA) vs. Jack Freestone (AUS)
Heat 12: Matt Banting (AUS) vs. Kolohe Andino (USA)

 



BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS

FOTOGALERIAS