Kikas e Vasco a postos para a Triple Crown; Domingo arranca o QS10000 de Haleiwa

13e31d0338a09a73756f2f3e4dad2861

Kikas defende o vice-título conquistado no ano passado no Hawaiian Pro, depois de ter sido travado por John John Florence na final. Foto: WSL/Heff


É já este domingo que arranca o período de espera do Hawaiian Pro, a primeira etapa da mítica Triple Crown havaiana, que é também o penúltimo QS10000 da temporada. Em jogo vão estar muitos pontos decisivos para a qualificação para o World Tour 2018, com o destaque ainda para a presença de dois portugueses em prova, além de nomes bem conhecidos como Adriano de Souza, Kolohe Andino, Jordy Smith, Filipe Toledo e o campeão mundial em título e número um mundial John John Florence.

 

Frederico Morais e Vasco Ribeiro vão assim formar a armada lusa em Haleiwa, sendo que Kikas apenas entra em cena a partir da 3.ª ronda, uma vez que tem estatuto de top seed. Já Vasco, que é o atual 34.º classificado do ranking WQS e ainda na luta pelo sonho de se juntar ao compatriota na elite mundial, entra em competição na 2.ª ronda.

 

Este é um evento onde os dois portugueses chegam em condições distintas. Frederico tem a posição no Tour do próximo ano consolidada e vai competir pelo prestígio, defendendo o vice-título ali conquistado no ano passado. Já Ribeiro chega ao Havai na luta pela qualificação e a precisar de um bom resultado já neste evento para alimentar esperanças para a etapa final, em Sunset.

 

Entretanto, os heats da ronda inaugural já são conhecidos, mas os portugueses ainda só conhecem um dos três adversários que terão pela frente. Vasco vai estar no heat 12 na 2.ª ronda, juntamente com o brasileiro Deivid Silva e com mais dois competidores vindos da ronda inaugural. Por sua vez, Kikas está no heat 5 da 3.ª ronda, onde tem, para já, a companhia do brasileiro Yago Dora, que está muito perto de carimbar a entrada no World Tour de 2018.

 

Está assim tudo a postos para o arranque de mais uma Triple Crown havaiana, o evento dos eventos, que culmina com a última etapa do World Tour em Pipeline, e onde se fabricam sonhos e carreiras. Entre 12 e 24 de novembro o espetáculo promete ser intenso em Haleiwa e com portugueses pelo meio, entre os possíveis destaques do campeonato, tal como já o foram em anos anteriores.

 

heats copy



BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS

FOTOGALERIAS