Kikas nas meias-finais do QS1000 de Cascais e vencedor vai ser encontrado no feriado

e55f8730dd9440f07ceeb59f2f01a7bf

Frederico está numa relação amorosa com as junções do Guincho! Foto: WSL/Poullenot

 

Tem sido uma caminhada imparável a de Frederico Morais no Guincho. Mesmo não estando a atingir níveis de excelência, o surfista português tem dominado por completo os adversários, avançando ronda após ronda até às meias-finais do EDP Billabong Pro Cascais. O título vai ser decidido esta quinta-feira, num feriado que promete levar muitas pessoas até à praia para assistir à decisão do QS10000 português.

 

Na quarta-feira Kikas voltou a estar em grande forma, começando por eliminar o italiano Leo Fioravanti, que também é rookie do WCT, nos oitavos-de-final. Seguiu-se um duelo com o brasileiro William Cardoso nos quartos-de-final e a conexão de Frederico com o mar da "sua" praia - e a "cola" que parece ter na prancha - levou a melhor frente ao power surf do surfista canarinho.

 

Desta forma, Frederico Morais já garantiu o melhor resultado de sempre de um português neste evento, tendo agora a possibilidade de continuar a fazer histórias. Depois de dois segundos lugares nos QS10000 havaianos da última época, caso Kikas suba ao lugar mais alto do pódio em Cascais, garantirá a maior vitória da história do surf nacional.

 

Com os 6500 pontos já garantidos para o ranking do WQS, Kikas também garante uma aproximação ao top 10 do ranking, embora não esteja necessitado dessa posição, pois já garantiu a requalificação para o World Tour 2018 pelo próprio ranking do WCT, numa altura em que ainda faltam três etapas para o final.

 

Atual 11.º classificado do WCT, Frederico está a provar no Guincho que atravessa o melhor momento da carreira, sendo um surfista temido por todos. Agora, Kikas terá pela frente outro rookie e colega da elite mundial, o havaiano Zeke Lau, no segundo heat de umas meias-finais dignas de World Tour. Isto porque no primeiro duelo vão estar frente a frente o norte-americano Kanoa Igarashi e o brasileiro Italo Ferreira.

 

Estreia de Nikki van Dijk

 

Nesta quarta-feira o Guincho coroou ainda a vencedora do Cascais Women's Pro, a antepenúltima etapa do Women's World Tour, com a australiana Nikki van Dijk a levar a melhor sobre a concorrência. Depois de eliminar a líder mundial Sally Fitzgibbons nas meias-finais, no heat decisivo a australiana bateu a havaiana Carissa Moore, com um score de 10,67 contra 10,10 da tricampeã mundial.

 

Desta forma, Van Dijk garantiu a primeira vitória da carreira no WCT, conseguindo ainda subir ao 5.º posto do ranking. Já Carissa subiu ao 7.º posto, ficando agora a salvo do "cut". Na liderança continua Sally, que tem cerca de 3000 mil pontos de vantagem sobre Courtney Conlogue, quando faltam disputar-se apenas duas etapas. Destaque ainda para o surpreendente 4.º lugar da norte-americana Sage Erickson, que no Guincho apenas perdeu nos quartos-de-final.



BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS

FOTOGALERIAS