Azores Airlines Pro arranca em novo palco e com sete portugueses em prova

782391b4be90a53bbd6fded354c29150

Ondas de São Miguel vão voltar a ser palco de um importante QS6000. Foto: WSL


Arranca já esta terça-feira – pelas 9 horas de Portugal Continental, 8 horas locais – o Azores Airlines Pro, o QS6000 que marca mais uma vez a passagem do circuito WQS pela ilha açoriana de São Miguel. Este ano com a novidade de a prova ser disputado num palco alternativo, devido a indisponibilidade dos principais. Pela primeira vez o campeonato vai decorrer no lado Oeste da praia de Santa Bárbara.

 

"Com a ausência de bons fundos no lado Leste dos Areais de Santa Bárbara, onde habitualmente fazemos o evento, e a recente interdição a banhos na praia do Monte Verde, a nossa segunda opção habitual, tivemos de optar por um 'plano C'," afirmou Rodrigo Herédia.

 

"Rapidamente juntámo-nos com as entidades oficiais e com os nossos fornecedores, que prontamente nos deram uma resposta positiva quanto à capacidade para montarmos esta solução que, como devem calcular, é de difícil logística, devido aos acessos ao areal nesse lado da praia. Mas tudo tem corrido bem e estamos confiantes no sucesso do evento, que terá como palco os fundos que atualmente têm proporcionado algumas das melhores ondas na ilha de São Miguel", frisou.

 

Dessa forma, está tudo a postos para a prova arrancar, sendo que entre os 144 surfistas em prova, sete são portugueses. O último a juntar-se à armada lusa foi Manuel Morgado, surfista que venceu os trials locais e garantiu o último wildcard disponível. São também já conhecidos os heats da primeira ronda deste QS6000 açoriano e os adversários dos portugueses.

 

O primeiro português a entrar em ação será precisamente Manuel Morgado, que vai estar logo no heat inaugural do campeonato, frente ao argentino Leandro Usuna, ao brasileiro Robson Santos e ao japonês Takumi Nakamura. Depois disso, será a vez do campeão nacional Pedro Henrique competir no heat 13 frente ao australiano Dion Atkinson e aos brasileiros Vitor Mendes e Renan Peres.

 

No heat 17 Miguel Blanco enfrenta o basco e ex-top do WCT Aritz Aranburu, o francês Paul Cesar Distinguin e o sul-africano Dylan Lightfoot. Já no heat 19 será a vez de Tomás Fernandes defrontar o brasileiro David do Carmo, o havaiano Dylan Goodale e o taitiano O'Neill Massin. Por fim, no heat 21 Nic von Rupp mede forças com o norte-americano Jordy Collins, com o australiano Dean Bowen e ainda com o brasileiro Yuri Gonçalves.

 

Quem apenas entra diretamente para a segunda ronda é Vasco Ribeiro, melhor português do ranking WQS, ocupando o atual 24.º posto mundial, e também o wildcard local Jácome Correia. O jovem açoriano está colocado no heat inaugural da segunda ronda, juntamente com o brasileiro e líder do ranking do WQS Jesse Mendes, esperando ainda por dois adversários da ronda inaugural. Já Vasco Ribeiro está no heat 18 juntamente com o australiano e ex-top do WCT Davey Cathels.

 

Está assim tudo a postos para o arranque de um dos campeonatos mais importantes da perna europeia do WQS e onde o vencedor irá garantir 25 mil dólares de prémio e ainda 6000 importantes pontos para o ranking mundial. A partir desta terça-feira a nata do top 200 mundial vai estar em ação nas ondas de São Miguel e podes acompanhar tudo em http://www.worldsurfleague.com/events/2017/mqs/1933/azores-airlines-pro/live.



BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS

FOTOGALERIAS