Vasco Ribeiro é o resistente da armada lusa em Ballito e já está na 4.ª ronda

eb63d1ce9fe4105fceed7aff02ca6d47

Vasco está a dar-se bem nas ondas sul-africanas. Foto: WSL/Cestari

 

Vasco Ribeiro alcançou esta quinta-feira a passagem à 4.ª ronda do Ballito Pro. O surfista da Poça é o único resistente da armada lusa neste primeiro QS10000 da temporada e já está entre os 24 melhores surfistas do evento sul-africano, podendo discutir ainda hoje a passagem aos oitavos-de-final.

 

O dia de ontem já havia sido positivo para Vasco, que se estreou na prova com um triunfo no heat 20 da 2.ª ronda, frente a adversários bem experientes. Com 11,83 pontos, o campeão mundial júnior de 2014 bateu os ex-tops do WCT Yadin Nicol (10,83), que também seguiu em frente, e Ricardo Christie (9,07), assim como o rookie do World Tour 2017 Ian Gouveia (8,77).

 

Dois heats volvidos, e Vasco Ribeiro acabaria por ficar sozinho a representar Portugal neste QS10000, uma vez que na 22.ª bateria, Pedro Henrique falhou a qualificação. O brasileiro Victor Bernardo venceu a disputa, com 12,24 pontos, seguindo-se o rookie do World Tour Ethan Ewing, com 11,96. Pedrinho somou apenas 10,90 pontos, ficando ainda à frente do francês Dimitri Ouvre (7,90), mas em evitar a eliminação.

 

Numa 3.ª ronda que fez algumas vítimas entre membros do World Tour, como foram os casos de Josh Kerr, Leonardo Fioravanti, Joan Duru, Zeke Lau e Jeremy Flores, Vasco esteve novamente em destaque e carimbou mais um triunfo nas ondas sul-africanas. Com um score de 13,03, o surfista português foi mais forte que os norte-americanos Nat Young (12,37), também seguiu em frente, e Pat Gudaukas (12,13) e que o brasileiro Lucas Silveira (11,60).

 

"Com estas condições, um pouco complicadas, temos de nos manter ocupados e tentar encontrar as melhores ondas", começou por dizer Vasco após vencer o heat. "A minha estratégia foi essa, manter-me ocupado. Agora, quero apenas surfar, sem pensar em objetivos. Se as condições continuarem assim vai ser divertido e já estou à espera da próxima ronda", frisou.

 

Na próxima ronda, que deverá ainda ser disputada esta quinta-feira Vasco Ribeiro vai estar no sétimo e penúltimo heat, com os dois adversários a saírem dos últimos dois heats da terceira ronda. São três galos para dois poleiros, sendo que apenas o último do heat não avança para os oitavos-de-final. Para já, Vasco tem garantido o 17.º posto neste importante evento, o que equivale a 2200 pontos para o ranking e 2.700 dólares em prémio.



BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS

FOTOGALERIAS