Kikas volta a ser eliminado por Julian Wilson e termina em 13.º lugar nas Fiji

Kikas Fiji

Com poucas ondas foi no ataque de backside que Frederico tentou fazer a diferença. Foto: WSL

 

Começou a todo o gás o Outerknown Fiji Pro, quinta etapa do World Tour da WSL, com dois dias seguidos com muita ação. Tanta que deu para coroar a campeã feminina, Courtney Conlogue, no mesmo dia em que se realizou a primeira ronda masculina, indo já a prova na terceira ronda, onde Frederico Morais acabou por ser eliminado.

 

Kikas terminou no 13.º posto em Cloudbreak e o culpado é o mesmo que no Brasil. Foi o australiano Julian Wilson a eliminar o rookie português e novamente na mesma fase da prova. Contudo, desta vez, Wilson foi mesmo superior, vencendo com um score de 15,04 contra 10,20 do surfista do Guincho. Bem diferente do triunfo apertado e polémico no Brasil.

 

Apesar de já estar eliminado, Frederico ainda mostrou competência na estreia, tendo conseguido bater o brasileiro Jadson Andre e o australiano Joel Parkinson. Com uma exibição competente, Kikas somou 10,44 pontos, conseguindo saltar diretamente para a 3.ª ronda, onde nova prestação com scores intermédios já não lhe valeu a passagem.

 

Neste primeiro dia o mar apresentou-se algo complicado, mas para o meio lá apareceram algumas bombas. Foi o taitiano Michel Bourez o rei do dia, com um score de 18,70 pontos e um tubo em que atrasou com o pé de trás - sim, foi mesmo surreal. Já na segunda ronda foi o havaiano Sebastian Zietz a dominar o palco, com 18,43 pontos.

 

Apesar de um domínio inicial dos principais favoritos, as surpresas começaram a acontecer com algum ritmo. Na segunda ronda a maior de todas foi a derrota de Ace Buchan para o italiano Leo Fioravanti, que passou o primeiro heat do ano. Mas a terceira começou logo com grande estrondo, após Owen Wright ser eliminado pelo brasileiro Ian Gouveia.

 

Após o triunfo de Julian frente a Kikas e de Matt Wilkinson contra Miguel Pupo o dia acabaria com mais um choque, depois de o regressado Italo Ferreira bater Gabriel Medina num heat muito disputado. O ano de 2017 não parece estar a correr de feição ao campeão mundial de 2014, estando a liderança do ranking já bastante longe.

 

Depois de um lay day na segunda-feira, quando a ação regressar iremos ter pela frente heats de cariz decisivo. Fanning enfrenta Bourez, John John Florence mede forças com Leo Fioravanti, Jordy Smith encara Joan Duru e Kelly Slater tem embate marcado com Connor O'Leary. Duelos que prometem e podem fazer estragos nas contas do ranking.



BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS

FOTOGALERIAS