Vasco Ribeiro dá festival na Martinica e coloca Portugal no dia final do Q3000 local

Vasco Martinica

Vasco numa das muitas destruições causadas esta segunda-feira pelas direitas da Martinica. Foto: WSL

 

Após Frederico Morais ter feito a festa portuguesa em Basse Point no ano passado, e aí ter arrancado para a qualificação para o World Tour 2017, esta época é a vez de Vasco Ribeiro brilhar nas ondas da Martinica. O surfista da Poça estreou-se esta segunda-feira no QS3000 caribenho e iniciou a participação a todo o gás, com uma das melhores prestações do dia e a qualificação já para a 5.ª ronda do evento.

 

Depois de Tomás Fernandes e Jácome Correia, os outros portugueses presentes na Martinica, terem sido eliminados no domingo, estando ambos no mesmo heat, hoje foi a vez de Vasco vingar a derrota dos compatriotas e honrar a bandeira nacional. O campeão mundial júnior de 2014 estreou-se no heat 14 da primeira ronda, alcançando o terceiro melhor score da ronda e o quinto melhor do dia.

 

Com as direitas de Basse Point a darem um ar da sua graça, o surfista português aproveitou para colocar em prática o seu power surf, dando um verdadeiro festival. Com uma onda de 9 pontos e outra de 8,30, Vasco Ribeiro somou um total de 17,30 pontos, dando-se ainda ao luxo de descartar uma onda de 7 pontos. O neozelandês também avançou para a fase seguinte, sendo que pelo caminho neste heat ficou o brasileiro Weslley Dantas e o peruano Joaquin del Castillo.

 

Ao final da tarde Vasco voltou a entrar na água, mas as coisas já não foram tão perfeitas como na estreia. Ainda assim, os 12,33 pontos conquistados chegaram para garantir a passagem ao lote de 16 melhores surfistas do evento. Após iniciar a prestação com um 7,50 foi preciso algum suspense no final até o português conseguir o 4,83 que lhe valeu a passagem. A bateria foi vencida por Dimitri Ouvre, com o francês Nomme Mignot e o brasileiro Robson Santos a ficarem pelo caminho.

 

Com o período de espera do Martinique Surf Pro 2017 a terminar só no sábado, um dia deverá chegar para encontrar o vencedor final e Portugal está na luta pela vitória, graças ao excelente começo de Vasco Ribeiro. Agora, irá enfrentar o francês Diego Mignot, o australiano Jackson Baker e o neozelandês Ricardo Christie no heat 3 da quinta ronda, sendo que em jogo está um lugar nos quartos-de-final deste QS3000. Foi precisamente a essa fase que Vasco chegou no ano passado, sendo apenas travado por Kikas.



BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS

FOTOGALERIAS