Teresa Bonvalot inicia ataque ao WWT 2018 de forma estrondosa

Teresa

Teresa conseguiu o melhor score da segunda ronda do QS6000 de Newcastle. Foto: WSL

 

A ação em Newcastle continuou esta madrugada de quarta-feira, mas desta vez a competição esteve a cargo das mulheres. Ao terceiro dias deu-se início o QS6000 feminino e a armada lusa esteve em grande nível. Das três surfistas em prova, duas avançaram para a 3.ª ronda, sendo que Teresa Bonvalot o fez com muita distinção.

 

A jovem coqueluche do surf nacional parece, agora, preparada para atacar com tudo a qualificação para o Women's World Tour, mostrando que isso pode acontecer já este ano. Teresa, de apenas 17 anos, teve uma prestação imaculada na estreia em Newcastle, alcançado o melhor score de toda a 2.ª ronda feminina.

 

O dia começou bem para as cores nacionais, com a campeã nacional Carol Henrique a mostrar argumentos e a provar que também pode começar a escalar degraus na hierarquia mundial feminina. Carol somou 11,94 pontos no heat 3, sendo apenas superada pela australiana Kobie Enright (12,50), deixando pelo caminho a norte-americana Kirra Pinkerton (9,10) e a australiana Jaleesa Vincent (5,77).

 

Estava dado assim um bom pronuncio para o que se seguiria, com Teresa Bonvalot a fazer estragos em Newcastle. A jovem goofy de Cascais conseguiu juntar uma onda de 8,67 pontos a uma de 7,93 pontos, perfazendo um robusto score de 16,60. Apenas na ronda inaugural do evento australiano, Felicity Palmateer havia conseguido uma pontuação superior.

 

Após um arranque complicado, tendo pela frente as condições difíceis do beachbreak australiano, Teresa conseguiu encontrar espaço para colocar surf power e fortes rasgadas, acabando por inverter o rumo dos acontecimentos com facilidade. A jovem portuguesa deixou a australiana Sophie McCullough na segunda posição, com 13,33 pontos, sendo que pelo caminho ficou Chelsea Roett (8,87), de Barbados, e a alemã Frankie Harrer (8,47).

 

Por fim, Camilla Kemp não conseguiu dar sequência ao bom momento iniciado pelas compatriotas, acabando eliminada no heat 9. A surfista do Guincho sentiu dificuldades para encontrar ondas com potencial e não passou dos 5,43 pontos, numa bateria em que as australianas Claire Bevilacqua e Felicity Palmateer seguiram em frente.

 

Agora, Carol Henrique vai competir no heat 4 frente às norte-americanas Sage Erickson, top do WWT, e Caroline Marks e ainda a equatoriana Dominic Barona. Já Teresa Bonvalot vai ter pela frente um complicado trio de australianas no heat 7. A rookie do WWT 2017 Bronte Macaulay, a campeã mundial júnior em título Macy Callaghan e Georgia Fish serão as rivais de Teresa, que começou o ano a mostrar estar já noutro patamar, iniciando assim o "contrarrelógio" para chegar à elite mundial feminina.



BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS

FOTOGALERIAS