Jácome Correia avança para o dia final do Hic Pro em Sunset Beach

Sunset

O mar vai subir e o dia final promete ser poderoso. E Portugal vai estar representado... Foto: WSL

 

O jovem açoriano Jácome Correia está entre os 32 finalistas do Hic Pro, evento havaiano do WQS que decorre na mítica praia de Sunset. Jácome conseguiu já avançar três rondas e chegou assim surpreendentemente à 4.ª ronda, o que significa que está apurado para o dia final deste importante evento.

 

Com o lineup em Sunset a apresentar-se um pouco mexido e complicado, mas com ondas de meter respeito, o jovem açoriano foi conseguindo avançar ronda após ronda, mesmo sem fazer scores muito altos. Ainda assim, os comentadores da prova não se cansaram de elogiar o estilo e comprometimento demonstrados por Jácome.

 

Jácome Correia entrou em ação logo na ronda inaugural, juntamente com Luís Perloiro, que acabaria por ser logo eliminado. Na estreia, o açoriano, que somou apenas 5,17 pontos, deixou para trás os havaianos Kelson Lau e Love Hodel, num heat vencido pelo australiano Robbie Rickard.

 

Na ronda seguinte, a grande esperança portuguesa acabou por beneficiar de uma interferência do australiano Sheldon Simkus, que estava melhor posicionado na disputa. Os 7,33 pontos de Jácome foram suficientes para garantir a qualificação, atrás do australiano Monty Tait, deixando ainda pelo caminho o norte-americano Nate Dorman.

 

As dificuldades começavam a aumentar e as expectativas também. Foi já na madrugada deste sábado que o jovem português entrou em ação na ronda 3, conseguindo qualificar-se numa ponta final emocionante. O heat foi vencido com facilidade pelo especialista local Joel Centeio. Jácome Correia conseguiu 7,60 pontos, superando o norte-americano Skip McCullough a por apenas 7 centésimos e eliminando também o talentoso francês Tim Bisso.

 

Um resultado de todo inesperado para o surfista português, que terá agora o direito de estar presente no dia final desta mítica prova, que deverá acontecer esta noite. No heat 5 da 4.ª ronda Jácome terá a dura tarefa de enfrentar o australiano Wade Carmichael, o havaiano Fin McGill [na foto] e o norte-americano Tim Reyes.

 

O baixo estatuto da prova, faz com que Jácome Correia apenas tenha garantido, para já, 550 pontos para o ranking WQS. Contudo, a montra que uma arena desta importância representa é muito mais importante que qualquer pontuação. Veremos se o trajeto de Jácome não nos oferecerá ainda mais surpresas...

 

Esta é uma prova que serve de qualificação para os surfistas locais tentarem uma vaga nos eventos da Triples Crown havaiana. Alguns dos destaques da competição têm sido nomes como Sunny Garcia, Mason Ho, Ian Walsh, Makua Rothman, Alex e Koa Smith ou o jovem italiano Leo Fioravanti e o australiano Jack Robinson, o que demonstra bem o potencial dos surfistas em prova.



BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS

FOTOGALERIAS