Ballito Pro: Dia negro resulta em três baixas na armada lusa

79e3bd37af3f7a47f74dfbbadbb1c2cb

Jordy Smith foi um dos destaques do dia. Foto: WSL


Após um dia dedicado inteiramente à prova feminina, o top 100 mundial do WQS masculino regressou à água no QS10000 de Ballito. Mas ao contrário da jornada inaugural, esta quarta-feira foi um dia negativo para as cores nacionais. Dos sete surfistas portugueses que estão na 2.ª ronda deste Ballito Pro, apenas três estiveram em ação. E todos ficaram pelo caminho...

 

A armada lusa entrou logo da pior forma, pois no primeiro heat do dia esteve em ação Vasco Ribeiro. Frente a um trio de brasileiros, o tricampeão nacional não conseguiu impor o seu melhor surf, ficando no 4.º e último posto de uma disputa bem equilibrada. Com apenas 10,07 pontos, Vasco viu a bateria ser vencida por David do Carmo (13,60), com Messias Felix (12,13) a seguir também para a 3.ª ronda. Pelo caminho ficou ainda Victor Bernardo (11,73).

 

Com o surf progressivo a começar a fazer maior diferença, foi no heat 5 que estiveram em ação Pedro Henrique e Nic von Rupp. Pedrinho até liderou o heat durante grande parte do tempo, vendo depois Jeremy Flores assumir a liderança, com 13,53 pontos. Foi já no minuto final que surgiu o balde de água fria, com o norte-americano Michael Dunphy (11,86) a passar de último para segundo, eliminado a dupla portuguesa.

 

Era um arranque em forma de pesadelo. Até porque é já certo que haverá mais uma baixa nesta ronda, uma vez que no 24.º e último heat da ronda estarão três portugueses em ação. Tanto Frederico Morais, como José Ferreira e Marlon Lipke ainda não competiram hoje. Tal como o jovem Tomás Fernandes, que compete no heat 20. Espera-se que o que resta da armada lusa em Ballito consiga inverter rapidamente o rumo já esta quinta-feira.

 

A ação só parou após o heat 16 e foram muitos os destaques ao longo do dia, sobretudo surfistas que conseguiram destacar-se através dos aéreos. Jordy Smith foi um deles. A estrela sul-africana está a competir em casa e é um dos favoritos ao triunfo. O compatriota Beyrick de Vries protagonizou outra das melhores performances. Assim como os brasileiros Michael Rodrigues e Jesse Mendes, o francês Joan Duru, os australianos Dion Atkinson e Ryan Callinan ou o havaiano Josh Moniz.



BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS

FOTOGALERIAS